domingo, 3 de janeiro de 2010

Maria D'Alfonso (minha tataravó)

MARIA D´ALFONSO

Minha tataravó, nascida na Comune Pratola Peligna, L'Aquila, Abruzzo ITALIA, no ano de 1.793,  casa-se com o  sr  MICHELI CARDUCCI, meu tataravô Paterno, pertencente a familia nobre da Itália e descendente de São João Gualberto Carducci, (do ano de 997),  Tiveram 03 Filhos: Emídio, nascido em 1831; Maria Carmina, nascida em 17/02/1834 e minha Trisavó, Angela, nascida em 22/11/1.837


ANGELA D'ALFONSO CARDUCCI, minha Trisavó paterna, prima de Josué Carducci (Premio Nobel de Literatura em 1907), nascida em 22 de novembro de 1.837, na Comune Pratola Peligna, L'Aquila, Abruzzo ITALIA, e falecida na mesma localidade no ano de 1912. Casa-se então no ano de 1.853 com DAMÁRIO PERUZZO, nascido no ano de 1.833 e falecido no ano de 1901, na cidade de Cimettà, Treviso, Região do Vêneto Oriental, na Itália. Carregou o sobrenome de Peruzzo, por erro de escrivãos, . Tiveram muitos filhos, como tradicionalmente acontecia na época. Um desses filhos o meu Bisavô LUIZ D'ALFONSO CARDUCCI PERUZZO.


LUIZ D'ALFONSO CARDUCCI PERUZZO, nascido no ano de 1865 na cidade de Cimettà, Treviso, Região do Vêneto Oriental, na Itália e falecido no ano de 1943, já no Brasil, na Região de Ribeirão Preto, por viver no período factídio que a Itália passava, resolve vir para o Brasil, após o seu casamento com a sra EUGENIA PASCON CAMOLESE, ocorrido no ano de 1887. Ela, minha Bisavó, nascida na cidade de Cimettà, Treviso, Região do Veneto, no ano de 1869, e falecida no ano de 1948, na cidade de Ribeirão Preto-SP, era filha do sr ANGELO CAMOLESE, nascido por volta do ano de 1836 na mesma região e falecido por volta do ano de 1912 e de dona ROZA PASCON, minha Trisavó, nascida no ano de 1837, na mesma região e falecida em 1910, na Itália.

LUIZ D'ALFONSO CARDUCCI PERUZZO e dona EUGÊNIA PASCON CAMOLESE , chegam no Brasil, no Porto de Santos em 1890, dirigindo-se em seguida para a Região de Ribeirão Preto, onde nasceram seus filhos.

Ver Saga das Respectivas Familias

Nenhum comentário: