domingo, 3 de janeiro de 2010

Luiza Denadai (di Nadai) Gava-Minha Bisavó Materna

LUIZA DENADAI (DI NADAI), nasceu no ano de 1.873, na cidade Orsago, Treviso, na Região de Vêneto, na Itália. Casou-se ainda bem jovem com o sr. JOÃO Buset Igne Rosolen Michelin GAVA, no ano de 1889, e no ano seguinte, em 1.890, mudaram-se para o BRASIL, juntamente com centenas, ou milhares de imigrantes Italianos, a procura de uma vida melhor para a família, já que a Itália da época vivia o caos de um pós guerra pela suaIndependência.

Chegando ao Brasil, meus Bisavós foram residir na Região de Ribeirão Preto, trabalhando em fazendas dos Junqueiras, entre outras, onde tiverem dez (10) de seus doze (12) filhos,  Denadai Buset Igne Rosolen Michelin GAVA,  são eles : Domenico e Angelo, nascidos na Itália,  João; Celeste; Laura; Vitório; Vitória; Helena; Pedro; Maria; Ana e Antonio (este último o meu avô).

Por volta da década de 20, do século passado, o Governo Paulista, começou a incentivar a abertura de novas Terras na Região de Assis-SP, pois até então aquele lugar era o fim do Brasil, já que, depois de Assis, tudo não passava de Florestas fechadas, (digo, norte do Paraná, Mato Grosso, Goiás, Acre, Tocantins, etc...). Sendo assim, meus bisavós decidiram mudar para as novas e promissoras Terras.

Já em 1.923, compraram uma grande área na Região compreendida entre Assis e Cândido Motta, ao qual deram o nome de Água das Antas, mas, ficando conhecida mesmo, até hoje, por Fazenda da Pinguela, e em 1928 compraram mais uma grande área ao lado e fizeram a casa grande, sede da fazenda em 1929.

Fizeram da fazenda uma verdadeira Mini-Cidade: Escolas, Igreja, Salão para quermesse, Cinema, Campos de Futebol, Mercado, Farmácia, Barbearia, etc..., além lógico, dos cafezais, gado e roças. Isso tudo, pois além de todos os meus Tios-Avós casarem-se e continuarem a morar na fazenda, ainda tinha a colônia, formada pelos empregados e meeiros.

Não me lembro o ano em que meu Bisavô morreu. Mas lembro-me dele sentado à varanda da casa principal, com sua bengala na mão. Minha mãe conta que sempre que a criançada passava correndo perto dele, ele acertava com a bengala a dita criança.

Após o falecimento do meu Bisavô, a fazenda foi dividida entre os irmãos, ficando a Fazenda da Pinguela para o meu Tio Pedro, Tia Laura e meu Avô Antonio. Os demais ficaram com outras propriedades, e com casas e terrenos na cidade de Assis e Candido Motta.

(Ver a biografia desses personagens neste Blog e a continuação da história nas Sagas das familias abaixo).

Ver:

SAGA DA FAMILIA BUSSET
SAGA DA FAMILIA IGNES
SAGA DA FAMILIA ROSOLEN
SAGA DA FAMILIA MICHELIN
SAGA DA FAMILIA GAVA
SAGA DA FAMILIA DENADAI




Nenhum comentário: