domingo, 3 de janeiro de 2010

Anacleto Torazzi (meu Bisavô paterno)

Origem da Família TURAZZI : (de um Site Italiano)

(Apelido Torazzi - Tipico del torinese e del genovese Torassa, specifico del genovese Torrassa, il ceppo piemontese dovrebbe derivare da toponimi come Torrazza Piemonte (TO) il ceppo genovese, potrebbe essere secondario a quello piemontese, ma è più probabile che derivi in modo autonomo da un nome di località individuato da una torre o torrazzo).

(Versão: Sobrenome Torazzi -  Típico de Turim e Génova Torassa, específico Torrassa genovês, a estirpe do Piemonte deve ser proveniente de nomes de lugares como Torrazza Piemonte (TO), a tensão Genovese, poderia ser secundário ao do Piemonte, mas é mais provável resultar em uma maneira independente nome de um lugar identificado por uma torre ou Torrazzo).

ANACLETO PASCINI TURAZZI, nasceu em 26/10/1865, na cidade de Rovigo, em Vêneto Orientale, Itália. Filho do sr. Pietro Torazzi e da sra. Ítala Maria Pascini.  Viveu a infância em meio a turbulência do pós guerra italiano, que vinha buscando sua unificação desde o ano de 1815, pois a Itália era até então, apenas uma coleção de pequenos Estados, submetidos a potências estrangeiras.  Na luta sobre a futura estrutura da Itália, a monarquia, na pessoa do rei do Piemonte-Sardenha, Vítor Emanuel II, apoiado pelos conservadores liberais, teve sucesso quando em 1859-1861 se formou a Nação-Estado, derrotando os partidários de esquerda, republicanos e democráticos, que militavam sob Giuseppe Mazzini e Giuseppe Garibaldi. A desejada unificação da Itália se deu assim sob a Casa de Sabóia, com a anexação ao Reino de Sardenha, da Lombardia, do Vêneto, do Reino das Duas Sicílias, do Ducado de Módena e Reggio, do Grão-Ducado da Toscana, do Ducado de Parma e dos Estados Pontifícios. Mas, mesmo com a vitória, as guerrilhas e discordância continuaram por longos anos, fazendo com que o sofrido povo italiano buscasse melhores lugares para se morar.

Casou-se com a sra. ÍTALA MARIA SECONDA PENTIARO,  provavelmente no ano de 1881 e  tiveram 03 filhos, os quais vieram para o Brasil ainda Jovens. São eles:

Tersilia Pentiaro Pascini Torazzi (Rovigo – Itália - 1883/) -  veio p/o Brasil com apenas 15 anos de idade.
Artemio Pentiaro Pascini Torazzi (Rovigo – Itália - 1895/) - veio p/o Brasil com apenas 13 anos de idade.
. Adolpho Pentiaro PasciniTorazzi (Rovigo – Itália - 1887/1940) - veio p/o Brasil com apenas 11 anos de idade.

Não se sabe a causa da morte da  sra.  Ítala, mas após seu falecimento, o sr Anacleto Turazzi  (como foi registrado no desembarque no Brasil), então  com 43 anos de idade e seus filhos menores de idade vieram para o Brasil, trazendo uma de uma Carta de apresentação e emprego, para trabalharem na fazenda do sr. Antonio Rosa Sobrinho, na cidade de Brodowski-SP, região de Ribeirão Preto.   Essa Carta está de posse de um descendente de Angelo/Artêmio Torazzi, na cidade de Ribeirão Preto.  (estou tentando consegui-la).

Ver continuação na :

SAGA DA FAMILIA TORAZZI

Nenhum comentário: